MURAL DA SEMANA - 13/12/2017

MURAL DA SEMANA - 13/12/2017

TEMÁTICA IELB 2018

TEMÁTICA IELB 2018

IELB TV

Loading...

VÍDEOS: Programa da IELB no YouTube

Loading...

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

DEUS ESTÁ CONOSCO


Muitas vezes passamos por situações de crise, de perdas, de escassez, de dores e nos perguntamos será que Deus se esqueceu de mim? Será que o Senhor está comigo ou não? Essa era a pergunta do povo de Deus – Êxodo 17.1-7. Israel havia deixado o Egito e agora estava atravessando um deserto que parecia ser interminável... E o que o povo mais temia parece que sobreviera, ou se seja, a falta de água. Imagine que situação difícil! O que fazer numa hora como esta? Lembrar e dizer: Até aqui nos ajudou o SENHOR...
Mas o povo reclama e pede solução a Moisés, o líder deles... E Moisés intercede junto a Deus e Deus lhe responde. O curioso é que o Senhor quando responde à oração de Moisés não lhes manda um poço ou um curso d’água, mas uma rocha, aparentemente um beco sem saída, mas lhe diz: Eis que estarei ali diante de ti sobre a rocha em Horebe; ferirás a rocha, e dela sairá água, e o povo beberá (Ex 17:5). E a rocha, aparentemente uma resposta bizarra à oração, foi o lugar de onde veio o provimento divino... sim para Deus não há impossíveis...

Lamentavelmente, não somos muito diferentes do que o povo de Israel e murmuramos e esquecemo-nos das maravilhas que Deus já operou em nosso viver... de como conduziu nossa vida e nos tem abençoado... de como bebemos da água espiritual no Batismo... de como na Santa Ceia se renova o Sacrifício realizado pelos nossos pecados e que são perdoados todos os dias e a cada culto, recebendo na Santa Ceia a confirmação do perdão, vida e salvação...

Portanto, tire mais tempo para a oração e para sentar com Jesus, como a mulher Cananéia (João 4.5-15), participar dos cultos e Santa Ceia, e então vais beber da fonte da Água Viva e você não desfalecerá em sua jornada... e lembre-se: todo deserto tem começo, meio e fim! DEUS NUNCA ABANDONA SEU POVO (Cf. Salmo 121)!!! Em Isaías 49:15,16, lemos: Acaso, pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda mama, de sorte que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta viesse a se esquecer dele, eu, todavia, não me esquecerei de ti... Eis que nas palmas das minhas mãos te gravei...

Sim, Deus está conosco e conosco quer ficar! Por isso, não temas, tenha fé e coragem, o SENHOR Deus vai à nossa frente, confiemos na sua promessa: “Não fiquem com medo, pois estou com vocês; não se apavorem, pois eu sou o seu Deus. Eu lhes dou forças e os ajudo; eu os protejo com a minha forte mão” (Isaías 41.10). Amém.

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

A IGREJA EM ORAÇÃO



Alguém disse certa vez: “O que hoje a Igreja necessita não é de mais e melhor mecanismo, de novas organizações ou mais e novos métodos, mas de homens e mulheres a quem o Espírito Santo possa usar – homens e mulheres perseverantes na oração. O Espírito Santo não se derrama através dos métodos, mas por meio de pessoas. Não unge planos, mas pessoas – pessoas de oração”.

Olhando para a Escritura Sagrada, vemos que a primeira reunião da igreja em Atos dos Apóstolos foi uma reunião de oração. Diz o texto: Então, voltaram para Jerusalém, do monte chamado Olival, que dista cerca de um quilômetro. Quando ali entraram, subiram para o cenáculo onde se reuniam Pedro, João, Tiago, André, Filipe, Tomé, Bartolomeu, Mateus, Tiago, filho de Alfeu, Simão, o Zelote, e Judas, filho de Tiago. Todos estes perseveravam unânimes em oração, com as mulheres, com Maria, mãe de Jesus, e com os irmãos dele. (Atos 1.12-14).

Temos aqui lições importantes sobre oração: Quem estava orando? Todos os membros da igreja ali em Jerusalém estavam orando. Cerca de 120 pessoas estavam naquele cenáculo. É interessante notar a variedade de pessoas presentes naquela reunião. Homens e mulheres estavam lá. Os apóstolos ou os líderes da igreja estavam lá. A família de Jesus, Maria e os irmãos do Senhor Jesus, estavam lá...
O que isso nos ensina? Todos os membros da igreja devem participar das orações, principalmente, os líderes (Atos 3.1; 4.13 e 8.14). É surpreendente que hoje as pessoas pescam juntos, praticam esportes juntos, comem juntos, mas oram pouco juntas. A maior comunhão do mundo é a comunhão da oração.
Os irmãos em Jerusalém oravam porque Jesus ensinou a orar. Eles oravam enquanto aguardavam o agir de Deus, o cumprimento da promessa do derramar do Espírito. “Quando o homem trabalha, o homem trabalha. Quando o homem ora, Deus trabalha”. (Patrick Johnstone). A oração era uma arma poderosa daquela igreja, é o suor da alma, disse o Reformador Martinho Lutero. Eles haviam apreendido que sem Jesus, não poderiam realizar nada (João 15.5); ele haviamm aprendido que “As pessoas fazem seus planos, porém é o SENHOR Deus quem dá a última palavra” (Provérbios 16.1).
Você já viu um passarinho dormindo num galho ou num fio, sem cair? Como é que ele consegue isso? Se nós tentássemos dormir assim, iríamos cair e quebrar o pescoço. O segredo está nos tendões das pernas do passarinho. Eles são construídos de forma que, quando o joelho está dobrado, o pezinho segura firmemente qualquer coisa. Os pés não irão soltar aquela coisa até que ele desdobre o joelho para voar. O joelho dobrado é o que dá ao passarinho a força para segurar qualquer coisa.
É uma maravilha, não é? Que desenho incrível do Criador. Mas, não é tão diferente em nós. Quando nosso “galho” na vida fica precário, quando tudo está ameaçado de cair, a maior segurança, a maior estabilidade nos vem de um joelho dobrado - dobrado em oração.
O Salmista lembra (34.15-18): “Deus cuida das pessoas honestas e ouve os seus pedidos... Quando as pessoas honestas chamam o SENHOR, ele as ouve e as livra de todas as suas aflições. Ele fica perto dos que estão desanimados e salva os que perderam a esperança...”. E o apóstolo conclui: “ORAI SEM CESSAR”. Assim faremos, amém!!!

terça-feira, 9 de maio de 2017

Feliz quem tem Deus



As pessoas estão em constante busca da felicidade... O que tentam fazer para alcança-la, onde a procuram? No que colocam sua confiança??? Muitos colocam em pessoas – “Não ponham a sua confiança em pessoas importantes, nem confiem em seres humanos, pois eles são mortais e não podem ajudar ninguém. Quando eles morrem, voltam para o pó da terra, e naquele dia todos os seus planos se acabam” (Salmo 146.3,4); outros confiam em objetos e imagens - invenções humanas, não tem vida, suas mãos não apalpam; seus pés não andam; som nenhum lhes sai da garganta (Salmos 115:7).
Em contraste com estes, o salmista chama de bem-aventurado, FELIZ O QUE TEM DEUS POR AUXILIO E ESPERANÇA... (Salmo 146). Você está nesse grupo? Em todas as situações? Ou você é do tipo: Bem, já fiz de tudo, não custa tentar também isto...
Não peca tempo, vá direto a fonte de poder e sabedoria: Deus, nele podes confiar e não vais te decepcionar... Veja o que diz o Salmo 146:
Versículo 6 – foi ele quem fez os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há... O Criador...um Deus que tem vida, que age, para o qual nada é impossível... e mantém para sempre a sua fidelidade... cumpre as suas promessas.
E o salmista continua e diz: “ele julga a favor dos que são explorados e dá comida aos que têm fome. O SENHOR Deus põe em liberdade os que estão presos e faz com que os cegos vejam. O SENHOR levanta os que caem e ama aqueles que lhe obedecem. O SENHOR protege os estrangeiros que moram em nossa terra; ele ajuda as viúvas e os órfãos, mas faz com que fracassem os planos dos maus. O SENHOR reina para sempre... o teu Deus, ó Sião, reina de geração em geração... (Vers. 7-9). Em resumo, não há outro Deus e nada que nos pode proporcionar verdadeiro e efetivo auxílio e esperança... deixar de busca-lo, seria pura tolice... é ir em busca do nada...
Portanto, quem fizer de Deus o seu auxílio e esperança é verdadeiramente feliz, aqui neste mundo e depois na eternidade. Por isso, “Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais ele fará” (Salmo 37.5). Amém.

terça-feira, 28 de março de 2017

ESTRELAS DOURADAS

Durante a II Guerra Mundial, nos Estados Unidos, era costume uma família que tivesse um filho que servisse nas Forças Armadas colocar uma estrela na janela frontal da sua casa. Porém, uma estrela dourada indicava que o filho tinha morrido por apoio à causa do seu país.
Há anos, Sir Harry Lauder contou uma história comovente sobre este costume. Ele disse que uma noite um homem caminhava por uma rua de Nova Iorque, acompanhado pelo seu filho de 5 anos. O pequeno foi atraído pelas luzes que brilhavam nas janelas das casas e quis saber por que é que algumas casas tinham uma estrela nas janelas.

O pai explicou que aquelas famílias tinham um filho a combater na guerra. A criança bateu as palmas quando viu outra estrela na janela e exclamou, “Olha, Papai, outra família que deu o filho ao seu país”.
Finalmente chegaram a um descampado, depois da correnteza das casas. Daquele lugar podia-se ver uma estrela a brilhar no céu. O pequenino voltou à olhar, “Oh, Papai, olha para aquela estrela no céu! Deus também deve ter dado o Seu Filho”. (Autor desconhecido).
De fato! Há uma estrela na janela de Deus. Sabes o que Ele fez por ti? Ele deu o Seu único Filho, por causa do seu amor por nós. Sim, Jesus combateu a árdua luta contra o diabo, o mundo e a velha natureza humana, que foi corrompida pelo pecado, numa terrível batalha na cruz do Gólgota, em meu e seu lugar, e venceu. Sua gloriosa ressurreição no domingo da Páscoa é prova disso. E hoje, é uma ESTRELA que está à direita de Deus Pai, brilhando e iluminando a todo o que nele CRÊ. Como ele mesmo diz: “Eu, Jesus, enviei o meu anjo para anunciar essas coisas a vocês nas igrejas. Eu sou o famoso descendente do rei Davi. Sou a brilhante estrela da manhã” (Apocalipse 22:16).

Assim, ... Deus nos mostrou o quanto nos ama: Cristo morreu por nós quando ainda vivíamos no pecado. E, agora que fomos aceitos por Deus por meio da morte de Cristo na cruz, é mais certo ainda que ficaremos livres, por meio dele, do castigo de Deus. Nós éramos inimigos de Deus, mas ele nos tornou seus amigos por meio da morte do seu Filho. E, agora que somos amigos de Deus, é mais certo ainda que seremos salvos pela vida de Cristo. E não somente isso, mas também nós nos alegramos por causa daquilo que Deus fez por meio do nosso Senhor Jesus Cristo, que agora nos tornou amigos de Deus.(Romanos 5.8-11 - BLH); e ... Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3.16). Sejamos sempre gratos a Deus por tão grande AMOR!!! Amém.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

DOAÇÃO DE SANGUE



Numa aldeia vietnamita, um orfanato dirigido por um grupo de missionários foi atingido por um bombardeio. Várias crianças tiveram morte instantânea. As demais ficaram muito feridas, entre elas, uma menina de oito anos, em estado grave.
Ela precisava de sangue, urgentemente. Com um teste rápido descobriram seu tipo sanguíneo, mas, infelizmente, ninguém na equipe médica era compatível.
Chamaram os moradores da aldeia e, com a ajuda de uma intérprete, lhes explicaram o que estava acontecendo. A maioria não podia doar sangue, devido ao seu estado de saúde. Após testar o tipo sanguíneo dos poucos candidatos que restaram, constataram que somente um menino estava em condições de socorrê-la.
Deitaram-no numa cama ao lado da menina e espetaram-lhe uma agulha na veia. Ele se mantinha quietinho e com o olhar fixo no teto, enquanto seu sangue era coletado. Passados alguns momentos, ele deixou escapar um soluço e tapou o rosto com a mão que estava livre. O médico pediu para a intérprete perguntar a ele se estava doendo. Ele disse que não.
Mas não demorou muito, soluçou de novo e lágrimas correram por seu rostinho.
O médico ficou preocupado e pediu para a intérprete lhe perguntar o que estava acontecendo. A enfermeira conversou suavemente com ele e explicou para o médico porque ele estava chorando:
– Ele pensou que ia morrer. Não tinha entendido direito o que você disse e estava achando que ia ter que doar todo o seu sangue para a menina não morrer.
O médico se aproximou dele e com a ajuda da intérprete perguntou:
– Mas se era assim, porque então você se ofereceu para doar seu sangue?
– Porque ela é minha amiga... (Extraído do livro: Textos Selecionados, elaborado pelo Instituto de Desenvolvimento do Potencial Humano – IDPH)
Jesus fez isso por toda a humanidade e quer que o seu amor esteja em nós, como ele mesmo disse: “Como o Pai me amou, também eu vos amei; permanecei no meu amor. Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; assim como também eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai e no seu amor permaneço. Tenho-vos dito estas coisas para que o meu gozo esteja em vós, e o vosso gozo seja completo. O meu mandamento é este: que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei. Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos seus amigos” (João 15.9-13).